Dizer adeus à igreja por ela construir um edifício e chamá-lo, equivocadamente, de “templo”, “a casa de Deus”, “local de oração”, “casa de bênção” e etc, impressiona alguns cristãos, mas é a coisa certa a se fazer.

“Enfim, o edifício da igreja nos ensinou de uma maneira errada o significado da igreja e sua finalidade. O edifício é uma negação arquitetural do sacerdócio de todos os crentes. É uma contradição da verdadeira natureza da ekklesia — a qual é uma comunidade contracultural. O edifício impede nosso entendimento e experiência de que a Igreja é o Corpo funcional de Cristo que vive e respira sob sua direta direção sem intermediários”.
Frank Viola